a cidade pode ser boa

A post shared by Ahh Be (@_abestrato) on

____nosso tempo é de consumo imediato, então escrevo enquanto as coisas ainda estão frescas… eu cansado e sujo do dia.
____acordar cedo num domingo não é costume, mas como veio um chamado de marina, assim o fiz. e que bom. a ideia era: tem trilha, uma vivência (?) e depois jam, no horto florestal. anima? anima. nunca fui lá, faz tempo que não caminho entre árvores e jam é meditação/celebração com outros. tinha a possibilidade do coração talvez sentir um pouco nessas condições, mas quem não sente, não vive. fui.
____o coração sentiu, o sol brilhou, o corpo movimentou. reconheci amizades e tivemos a oportunidade de criar outras.
____que dia… daqueles que a única aceitável e compreensível reclamação é: poderia ser mais. a parte boa é que tento não reclamar das coisas (utilizo delas apenas como efeito literário!) e certamente viví inteiro e íntegro enquanto tudo aconteceu.
____não se pode pedir mais, não se pode oferecer mais.

____a cidade pode ser boa… em dias como este.

modelo vivo vivo

____Ontem foi a primeira vez que desenhei em uma sessão particular com modelo vivo, um a um, tête-à-tête. Tive oportunidades no passado, mas por medo neguei/arreguei. Medo de um mal desenho, desconfiança nas habilidades, da responsabilidade que se cria – todas essas coisas que hoje claramente percebo como desimportantes.

____ Hoje em dia desenho para celebrar a vida, com todas suas possibilidades e qualidades. É um prazer criar, trocar, canalizar a energia do momento e registra-lo no papel.

desenho de observação

160930_desenho_modelo_ccsp

____ Depois de alguns anos, retornei para a oficina de desenho de observação ali no centro cultural são paulo. Não lembro exatamente, mas a última vez foi 2009 ou 10. Grande surpresa ver os mesmos modelos e alguns frequentadores da época. O sorriso não saiu da cara enquanto desenhava… certamente traz um prazer imenso, simplesmente desenhar…….tô voltando.

desenhos de um retiro do ano passado

____ Ano passado, por estes mesmos dias de agosto, eu terminei um curso de meditação e me preparava para servir como voluntário por um ciclo de mais dez dias. Como estudante, a instrução é não fazer anotações — é até compreensível, pois a escrita pode se tornar uma grande distração… um lugar seguro, um refúgio ao invés de se focar puramente na meditação. Como servidor, as anotações (e até leituras, porém de conteúdo selecionado) estão liberadas, desde que feitas em local e momento adequados (antes de mais nada, longe dos olhares dos estudantes e em horários livres de tarefas).

150818_dhamma_santi_01

____Uma das minhas funções diárias era bater o sino para avisar que as refeições estavam servidas. Eu escolhi esta função por dois motivos: quando se é aluno, o batedor de sinos é algo como uma “conexão” entre estudantes e o mundo de fora – mesmo que servidores (e a comida, é claro!). Outro motivo, mais simples, é: Há toda uma poesia e tradição no som de qualquer sino… são poucos os lugares que ainda o usam com algum propósito verdadeiro, útil…
____ Ao lado direito, há o desenho do caminho de pedras que os homens fazem diariamente da sala de meditação para o refeitório. Neste espaço, também fazia minhas caminhadas da tarde…

###

1508_dhamma_santi_02

____O desenho não faz jus ao tamanho da pedra, que é enorme. Ela ali, quieta e equilibrada, traz bons momentos de reflexão. Está num dos lugares mais altos do espaço e no contra-plano vemos o horizonte bem aberto, cheio de montanhas… gostaria de desenhar essa bela vista, quem sabe alguma outra vez…

###

1508_dhamma_santi_03

____Este é o caminho por onde se chega ao centro. Para os homens, também é a vista do refeitório. Muitas árvores e passarinhos, tudo em extrema sintonia…

###

1508_dhamma_santi_04_colagem

____E uma colagem de rabiscos entre anotações. Eu andava sempre com o caderninho e nas caminhadas para bater o sino ou jogar o lixo, vez e outra encontrava algum bicho… teve um tipo de pássaro que encontrei várias vezes, depois descobri que eram araçari-poca. Haviam outros, mas desses ficaram marcados pois nunca se assustavam enquanto se passava por perto. Sempre de olho, equânimes…

#######

____Realmente a sensação de tempo é elástica…
____Traz uma certa desconfiança pensar que passou um ano desses desenhos.

____Tudo é, tudo muda… perpétuo movimento.
___ P]_